05 abril 2014

Blog da Depressão: Chega de remédios! Virei alternativa.

Depois de alguns dias sentindo o efeito mágico-zen da fluoxetina, ele passou. Não de repente, mas aquela sensação maravilhosa de "nada me irrita" foi embora aos poucos. E aí entendi que eu teria que aprender a me controlar sozinha - que foi e continua sendo um martírio.

Para a fluox querida continuar a acalmar a jaguatirica aqui, eu teria que aumentar a dose. De 40 mg para 60 mg. Sinceramente, até continuaria a tomar, só que além de não achar saudável esse aumento da dose (como de qualquer remédio, e tomo um monte já!), ainda teria que ver a cara da mulher da farmácia do posto. Aquele jeito sutil de demonstrar que "você veio pra atrapalhar meu fare niente de novo? tem outro posto que também distribui".

Aí a médica resolveu partir para outra medicação: sertralina - que foi a mesma coisa que tomar nada. Por último, tentei a paroxetina. Ela não teve aquele efeito "mágico" da fluoxetina, mas fiquei bem mais calma. Melhor, menos irritadiça, nervosa. Só que um comprimido inteiro me dava muita enxaqueca. Fui testar com metade e ficou tudo em paz.

Até o dia em que fui ao oftalmo por conta de uma conjuntivite alérgica duzinferno que me azucrinava já há duas semanas e foi constatado o aumento da pressão ocular. Decidi que depois que acabasse aquela caixinha da parox, não iria mais tomar remédio controlado algum. E assim foi. Não tive síndrome de abstenção nem nada.

Parti para a acupuntura, mesmo odiando agulhadas, hahaha. Ô, troço que dói. Só que foquei nas crises alérgicas, que estão uma maravilha ultimamente. Enquanto o efeito da fluoxetina durou, fiquei quase 3 meses calminha e sem um ataque de alergia! Deduzi, por 2+2, que o agravamento do quadro alérgico é a ansiedade.

Logo após a primeira sessão, foi visível a diminuição do nervosismo e da compulsão por comer que nem o cão. Só que as crises alérgicas aumentaram! Passei dias sem dormir. E ainda estou sem dormir de maneira decente no exato momento. Ontem era pra ser a terceira sessão, mas o médico simplesmente avisou (faltando uns cinco minutos) que iria chegar uma hora mais tarde; e se passou mais de uma hora. Fui embora e remarquei para semana que vem, até porque já havia pago!

Agora vamos ver como isso vai ficar. Se as crises continuarem fortes, não vai dar mais. E como não sou obrigada a esperar por mais de uma hora médico cumprir horário, mais outro motivo pra tentar outra coisa.



Por enquanto é isso.
Ansiedade é uma merda.

Beijos.

2 comentários:

  1. Muito interessante sua decisão de buscar outros métodos já que remédios fortes não estavam te fazendo bem. Espero que o médico cumpra com o compromisso e que você encontre a melhor forma de te aliviar.

    Beijos

    www.antesdos40.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nany e Vih, desisti das agulhadas, não estavam resolvendo a alergia. E dói! hahaha
      Obrigada pela visita e desculpe a demora (internet ruim e visitas em casa).

      Excluir

Sintam-se a vontade para comentar! Sua opinião é muito importante e faz o blog melhorar.

Ocorreu um erro neste gadget