09 janeiro 2012

A destruição da Palestina

Estou horrorizada com o documentário que acabei de assistir agora. Chama-se Al Nakba e retrata a violência que o povo palestino vem sofrendo há mais de 60 anos!

Parte 1 com legendas em português:

É impressionante como a "nata" do nosso planeta (homo sapiens sapiens - sapiens mesmo?) gasta tempo, dinheiro e confabulações pra ferrar uns aos outros. Com o intuito de enfraquecer os países árabes, ingleses, franceses e outros europeus idealizam um plano de um estado judeu no meio daquelas terras.

Sabiam que não era uma "terra sem povo", como o movimento sionista gosta de alegar até hoje. Milhares de palestinos foram violentamente expulsos de suas terras e proibidos de voltar. Sem falar dos mortos, feridos... E pensar que essa política terrorista-expansionista de Israel continua até hoje.

No documentário fica claríssimo porque, mesmo diante de muitas atrocidades, a ONU se cala. O que será que vários países veem no Oriente Médio e querem enfraquecer o povo árabe? Será que a resposta não está, além da riqueza arqueológica, naquele produto preto e valioso que sai de suas terras?

É triste saber que a ganância leva a esse tipo de atitude. Sinto vergonha dessa humanidade.

Aqui está a segunda parte do documentário, que não tem legendas em português. Mas dá para assistir com legendas em espanhol e entender perfeitamente:

E é por essa e mais outras, notícias que de vez em quando vejo por aí é que tenho imensa antipatia e nojo dos defensores do sionismo. E lembrando disso, vi em alguns blog sobre um produto com óleo de argan que está "bombando": o tal Moroccanoil, exportado por Israel. Creuzas do Brasil, olhem só a que tipo de empresa vocês estão dando lucros! Empresa de um povo que mata, maltrata, expulsa e faz terrorismo com os habitantes originais do território, da Palestina. 

Não sei vocês, mas eu não quero apoiar essa barbárie! Aqui  (neste link) está uma lista de algumas empresas desse povo terrorista que se fixaram no Brasil. Só pra dar uma espiada...

Eu digo não à violência na Palestina! Espero que não apareça alguém com aquele papinho mimimi de "ai, você pensa que nem Hitler e odeia judeus!" (só me fará dar risada).


Que mundo é esse em que vivemos? Deixo essa pergunta como reflexão.

Vejam alguns mais alguns exemplos de desrespeito aos direitos humanos não só israelense, mas de outros países (como EUA e países que integram a ONU, que não movem uma palha): Palestinos saem às ruas para celebrar o Nakba e são reprimidos por forças israelenses (Carta Capital); Netanyahu critica palestinos, mas se diz disposto a ceder terras em troca de paz (Ópera Mundi) - engraçado que a Palestina não deixa Israel "em paz" com seus protestos, pedras e armas caseiras versus tanques e exército dotado com tecnologia de ponta. Pedido de reconhecimento  de Estado Palestino à ONU é "pouco realista", diz Obama (BBC Brasil); Após seis anos de protestos, Israel desmonta barreira em aldeia palestina (Ópera Mundi); Netanyahu anuncia fim de 'privilégios' de detentos palestinos (BBC Brasil); Israel repreende embaixador de Honduras após apoiar o reconhecimento de Estado palestino (Ópera Mundi) - será que irão me repreender também por expressar minha opinião?; Situação das mulheres nos territórios ocupados por Israel é insustentável, afirma ativista palestina (Ópera Mundi); EUA lançam campanha para evitar votação de Estado palestino na ONU (Folha.com).

3 comentários:

  1. A palestina e Israel brigam há anos e anos né.
    É triste, e mais triste ver que países como os EUA por exemplo querem se aproveitar de países do oriente médio. Como aquela guerra no Iraque, com a desculpa idiota de que havia armas nucleares os Estados unidos invadiu e causou caos naquele país.
    Concordo que é um absurdo.
    Morrem palestinos, morrem judeus... não tem nada a ver. Os dois países se dão mal com essa guerra, a palestina acaba sofrendo mais por ser mais fraca.
    Porém deixar de usar Maroccanoil não é solução para nada. Não tem nada a ver boicotar um produto de Israel devido ao que eles provocam na Palestina, se fosse assim teríamos que boicotar produtos americanos pela palhaçada que eles fizeram no Iraque e por milhares de motivos e problemas que esse país sempre causou, desde os tempos mais antigos. Porém é impossível boicotar todos os produtos americanos. E mesmo que se desse para boicotar, um boicota, 10 compram... e é assim que funciona. Sou contra ao que acontece na Palestina, e não só nela, mais em vários países do Oriente médio, mas acho que o boicote a produtos não é solução.

    beijos ;)

    ResponderExcluir
  2. Carolzinha, respondi no seu blog! ;)

    ResponderExcluir
  3. Americanos são um povo "from hell", só pode, é incrível o poder que eles têm, e o interesse enorme no Oriente Médio os leva a serem desumanos...
    Como você disse, o que mais me admira é a ONU deixar tudo acontecer, mas, tenho alguns conhecidos/amigos judeus, e gosto bastante deles, eles não concordam com infinitas atrocidades... Os interesses acho que estão além de riquezas, né?!

    ResponderExcluir

Sintam-se a vontade para comentar! Sua opinião é muito importante e faz o blog melhorar.

Ocorreu um erro neste gadget