30 março 2013

Filmes e seriados da "Semana Santa"

Hello! Nessa semana que está no fim, terminei de assistir à segunda temporada de American Horror Story (Asylum). Eu já havia visto a primeira, mas esqueci completamente o nome da série. Até que, por tédio, caçando coisas que poderiam ser interessantes pelo site Baixando Fácil, a redescobri.



Interessante que a segunda temporada tem uma história completamente diferente da primeira! Embora tenha ficado um pouco curiosa com o fim do guri capetinha (literalmente), achei essa estratégia boa. Assim não fica repetitivo. Quem aqui se lembra da série Heroes? De tão legal que era, acho que o povo não soube mais dar uma continuidade decente, fora a greve de roteiristas que teve na época - e então, acabou! De repente, não mais que de repente...

Dessa vez, a história se passa em um manicômio e mistura fatos passados com fatos "do presente", digamos assim. Eu adorei, e como minha mãe já trabalhou em hospital psiquiátrico, peguntei porque ela não escreve uma história sobre os tempos de funcionária do sanatório. Ela nem quis saber...

Como sempre, os momentos de maiores arrepios se davam durante a abertura, onde coisas horríveis aconteciam sob o olhar pétreo e complacente de uma estátua de Nossa Senhora. Ai, acho muito sinistro! Pra maioria das pessoas pode ser uma coisa besta, mas tenho verdadeiro horror a imagens sacras antigas. Não, não sou satanista, filha do diabo ou coisa que o valha. Também não odeio quem tem religião. Só não curto fanáticos que enchem o saco querendo converter quem não está a fim ou não acredita e em gente que usa religião para encobrir crimes (creio que toda pessoa normal seja assim). Mas enfim...  É que imagino exatamente o que a abertura de American Horror Story sugere: um objeto que presencia um monte de coisas inimagináveis. Já pensou se um dia alguma estátua antiga falar? Será que estaríamos preparados para ouvir a narrativa de atrocidades, coisas sinistras etc? (Eu viajo e sou cagalhona, eu sei!).

Pra quem gosta de suspense e acontecimentos que poderiam - por que não? - ser reais, é uma boa.

Uh, diacho! Meda.



Também vi ontem, sexta-feira, um filme chamado Mama. Assisti a uma propaganda dele naqueles minutos tensos onde o Youtube roda comercial sem a gente querer, pela ideia diabólica de algum publicitário que deve ter ficado muito rico depois de firmar um pacto com o Tinhoso (só pode!). Só que dessa vez não cliquei em "pular comercial". Me interessei pelo mistério da coisa e fucei pelo Mr. Google até encontrá-lo com legendas em português (peguei nesse site aqui). Vi que o diretor era o mesmo do filme El laberinto del Fauno (O labirinto do fauno, que a Globo já reprisou n vezes), Guillermo del Toro. Não pensei duas vezes!




Só que sério... Achei muito fraco. Olha que eu gosto de suspenses e tal, mas esse me pareceu sem pé nem cabeça, sabe? Enfim... Pra quem não se importa muito com a trama e gosta de levar uns sustinhos, ele desce. Espero que ninguém ouse aproveitar a "deixa" que tem no final do filme e invente um Mama 2.

Bom, por enquanto é isso. Ainda tenho um filme totalmente baseado em fatos reais - e que não deixa de ser bizarro - pra assistir, totalmente em francês e sem legendas. Diga-se de passagem que só sei falar bon jour e Eiffel. Mas como conheço mais ou menos a história, resolvi me aventurar. Se eu conseguir pegar o espírito da coisa, venho aqui contar.

No mais, tenham um bom feriado e quando ouvirem esta música, já sabem: "Corrão" para as montanhas!

Dominique, nique, nique!

2 comentários:

  1. Hm, interessante. Já ouvi falar mal dessa série, por isso nem quis assistir, quem sabe dou uma chance ne? Desse filme Mama nunca ouvi falar, mas não sei se tu conhece a "trilogia da escuridão", que são livros do Guillermo del Toro com co-autoria de um outro cara lá. Os volumes são Noturno, A queda e Noite eterna. A história é sobre vampiros (ai tu diz "ah não, de novo?" hehehe) mas dizem - pois não li ainda - que é totalmente diferente dos vampiros q conhecemos, por ex Anne Rice e os purpurinados de Crepúsculo. Já vi muita gente dizendo que são bons e vale a pena ler e outras pessoas que acharam meio chato. Quando tiver um tempinho (leia-se depois de GOT) acho que vou ler huahuehua

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu achei legal a série, a despeito do nome =x
    Vou procurar essa trilogia, fiquei curiosa! Nos falamos via MSN :D

    ResponderExcluir

Sintam-se a vontade para comentar! Sua opinião é muito importante e faz o blog melhorar.

Ocorreu um erro neste gadget